21.11.06

Pães de ricota e sementes de papoula

Receita da Zorra, do Kochtopf (em alemão). A receita original pede ricota, mas eu tinha um restinho de cottage que iria estragar se não usasse, por isso resolvi fazer a substituição. A massa ficou muito macia, mesmo substituindo parte da quantidade de farinha por farinha de trigo integral, também estreei meu pacote de farinha de trigo Fleischmann próprio para pães, fazia tempo que procurava algo parecido. Na hora de pincelar os pães, resolvi usar só leite, porque não queria abrir uma lata de leite condensado para usar uma colherzinha, mas talvez seja melhor fazer isso porque o açúcar do leite condensado ajuda a dar uma cor mais bonita aos pães e tenho a impressão de que as sementes de papoula grudam mais. A massa é muito boa para trabalhar, eu usei a máquina de pão para amassar, porque vocês já sabem que eu tenho a maior preguiça do mundo para amassar pão. Outra coisa, eles são mais salgadinhos e não adocicados.

OBS. Quando fiz os pãezinhos, achei que a quantidade de fermento era um pouco exagerada para a quantidade de farinha, a Zorra escreveu apenas "10 g de fermento biológico", geralmente ela escreve se é fresco ou seco, mas eu achei que fosse o seco, mais comum atualmente, e usei, mas continuei cismada e voltei para o blog, vendo as quantidades usadas nas outras receitas dela, acho que se trata de fermento biológico fresco. Portanto, se usar fermento biológico granulado, é melhor fazer a conversão, eu já fiz a modificação e dá metade da quantidade que tinha colocado anteriormente. Acho que vou ter que refazer a receita...

Pães de ricota e sementes de papoula

5 g fermento biológico instantâneo (aquele granulado) ou 10g de fermento fresco
1 c sopa de mel
2 c sopa de leite
250 g de farinha (150g de farinha normal+100g de farinha integral)
100 g de ricota passada pela peneira, à temperatura ambiente
cerca de 60 g de leite
1 c chá rasa de sal
1 c sopa de manteiga amolecida

Para pincelar
1 c sopa de leite condensado
um pouco de água
sementes de papoula

Misturar o mel, o fermento Hefe e as duas colheres de leite. Adicionar os demais ingredientes e sovar até que a massa fique elástica e fácil de manusear (adicione mais água aos poucos, caso seja necessário), deixar crescer por cerca de 1 1/2h, ou até que o volume dobre. Modele os pães e deixe crescer por mais 30 min. Pincele os pães com a mistura de leite condensado e áuga e polvilhe com as sementes de papoula. Asse em forno preaquecido à 200C por cerca de 20 min.


Clique na foto para ampliar


*****************************

Zorra's bread recipe (in German). The original recipe asks for ricotta cheese, but i used cottage cheese, its expiration date was near and I had to use it. I substituted part of the flour for whole wheat flour, the dough was still very soft, and brushed the buns with a mixture made with milk instead of the condensed milk, but i think that the last option is much better, it gives the bread a better color. Because i'm lazy to knead bread doughs, my bread machine did it for me.

Ricotta and poppy seeds buns

5 g instant granulated yeast (or 10g fresh yeast)
1 tbsp honey
2 tbsp milk
250 g flour (I used 150g flour+100g whole wheat flour)
100 g ricotta cheese, shredded, at room temperature
about 60 g milk
1 level tsp salt
1 tbsp butter, room temperature

For brushing
1 tbsp condensed milk
a little water
poppy seeds

Combine honey, yeast and 2 tsp milk. Add the remaining ingredients and knead until you have an elastic dough (you may need to add more water), let it rise for about 1 1/2h, or until its volume has doubled. Mold the buns (the way you want) and let them rise for about 30min. Brush bun tops with the condensed milk and water mixture and sprinkle with the poppy seeds. Bake in the preheated oven (200C) for about 20 min.

18 comentários:

renata disse...

Karen, queria que você desse um workshop de administração de tempo porque mal tenho conseguido preparar mingau-miau noturno rs mas. De qualquer forma ainda nao esqueci os amarettis. O pão aí está divinal como tudo que vem das tuas mãos. Será que li direito. Foto tua no blog da Miki. I don't believe ! Vou correr lá. Ah, meu álbum relegado tadinho :
http://s94.photobucket.com/albums/l105/rlampiao/

Patricia disse...

Karen, fui ao mercado sábado e vi esta farinha, fiquei animada!

Só não comprei pq queria passar no caixa 10 volumes e já tinha outras coisas no carrinho. Certamente vou provar. Vc gostou?

renata disse...

Cheguei a conclusao que nao sei navegar no blog da Miki, fiquei perdida mas depois passe um link hi hi. Bj

Karen disse...

Renata, seu álbum está na minha lista de links! Você tem bastante coisa lá! E as receitas? Devia colocar em um blog!
A Miki tem vários blogs, entre eles, um blog de culinária, a foto está no Cabeça gorda.

Patricia, eu gostei sim, achei que cresceu bem mesmo com a farinha integral. Vou testar em outras receitas!

miki w. disse...

karen, tão lindos os teus pãezinhos, acho q vou pedir uma máquina de fazer pão pro papai noel hehe. tb morro de preguiça de sovar, mas pão feito em casa é tããão bom!

sabe q eu tb comprei uma mistura para pão da fleischmann? mas era de pão de milho. não gostei muito do resultado, o q vc achou da sua mistura?

bjs! miki

Karen disse...

Miki, eu gostei, na verdade não é uma mistura, é uma farinha especial. Achei ela boa, vou testar mais uma receita hoje ou amanhã!

Dadivosa disse...

Karen, que maravilha!
Comprei a tal farinha especial também e agora que vi que você testou, animo-me ainda mais para tentar sovar um pãozinho.
Quaaase comprei a mistura pronta de pão, mas pelo jeito não é tão boa, né?
Obrigada por traduzir a receitinha para nós.
Beijo grande

Akemi disse...

Que lindos que ficaram estes pãezinhos torcidinhos! Adorei a massa que leva queijo, creio que usarei cottage tbm pois é mais fácil de ser encontrado e mais em conta! rsss
Depois te conto o resultado!

Cinara disse...

Karen, eu já comprei duas misturas para pão da Fleischmann, e fiz ambas na máquina de fazer pão. A mistura de pão caseiro ficou ótima, textura perfeita, uma delícia! Já a mistura de pão light ficou péssima, e olha que eu tentei duas vezes! Quanto a seus pãezinhos de ricota, estão fofíssimos...

zorra disse...

They just look great! Normally I also add less yeast, but if I add fat like butter or/and ricotta, it's better to increase the yeast.

Karen disse...

Dadivosa, leia o que a Miki e a Cinara escreveram sobre as misturas, parece que nem todas são boas, eu nunca experimentei.

Akemi, só faça a correção da quantidade de fermento, os 10g eram de fermento fresco.

Cinara, eu nunca experimentei essas misturas, agora não tenho mais curiosidade! rs

Zorra, thank you for the explanation, i ended up using 10g granulated yeast! It was too much yeast, but the buns were great, I loved the recipe! Thank you so much!

Elvira disse...

Tão bonitos que ficaram, os pãezinhos! :-)

Dadivosa disse...

pois é, karen... não me animei muito com essas misturas não. sou mais esse pãozim de ricota :D

Eliana Scaramal disse...

Que pãezinhos mais lindos! Fiquei morrendo de vontade.rs

valentina disse...

Que paes lindos Karen.Cai de amores.

paz disse...

What a wonderful job with your bread baking!

Paz

Sonia Novaes disse...

Karen
Bom dia lindinha...
Tá ficando uma grande chef de cozinha,hem menina?
Tava delicioso comer essa foto...he!he!
Estou evitando pão...mas fala sério hem Karen...dá para não fazer?
Beijos com saudades...
Quando vc vem aqui de novo?

Karen disse...

Elvira, não ficaram tão bonitos quanto os da Zorra, mas achei que ficaram mais "artísticos" do que de hábito!

Dadivosa, ele é bem bonzinho!

Eliana, acho que você vai gostar!

Valentina, eu também achei a aparência boa!

Paz, thanks!

Sonia, pão é um por dia e olha lá! rs
Quem sabe na próxima semana?