26.9.07

Fui e já voltei

Este post é só para manter a coerência do blog, como disse que iria para São Carlos, achei que deveria informar que já fui e voltei da cidade. Foi uma viagem malfadada, lamento dizer. Deveríamos ficar por lá durante toda a semana, mas fomos na segunda e voltamos ontem mesmo. A apresentação de O. era na segunda à tarde e ele assistiria às outras apresentações de colegas nos outros dias, enquanto isso, eu ficaria livre, leve e solta para fazer o que tivesse vontade, mas isso só aconteceu no primeiro dia. Enquanto O. labutava, eu passeava. Dei uma volta por alguns quarteirões e voltei para o hotel porque algumas gotas de chuva começaram a cair (infelizmente, chover que era bom, não choveu).

A noite foi nossa desgraça, O. quis fugir da minha dieta e comeu coisas mais gordurosas do que estava acostumado, sentiu-se mal e não conseguiu dormir, eu não consegui dormir porque assim que retirei o edredom da cama e coloquei a cabeça sobre o travesseiro, senti o maior bodum do mundo em um ponto do colchão (exatamente onde minha cabeça ficava), fiquei quieta, porque senão O., que já não estava bem, teria um ataque e corria o risco de ter que fazer as malas naquele instante. Sabia que não daria para trocar de quartos e eu não tinha ânimo para chamar alguém para trocar o forro que cobria os colchões e os lençóis, já estava de pijama e cansada, cobri tudo com um cobertor, mas claro que não consegui dormir lembrando daquele odor nauseabundo e fiquei deitada no sofá. O. estava tão absorvido em seu próprio sofrimento que não se importou com minhas excentricidades. Em suma, estávamos acabados de manhã e só queríamos voltar para nossa casa e nossa cama.


Não deu para conhecer a cidade como queria, comemos nos lugares que achamos abertos, era segunda-feira e muitos estabelecimentos estavam fechados. Na volta que dei, descobri que a cidade possui muitas lojinhas de artesanato e a impressão geral é a de que São Carlos é bem simpática. Há casarões antigos espalhados no centro e uma bonita catedral com um domo amarelo enorme que pode ser visto de longe. Uma exploração mais detalhada ficará para uma próxima oportunidade.

9 comentários:

laila disse...

Karen lamento q tenha sido tão chatinha a viagem, mas que bom q a cidade nao te desagradou! bjos

Akemi disse...

Que pena que aconteceram estes imprevistos chatos e não deu para conhecer a cidade com mais tempo.

Laurinha disse...

Humpf!
Assim resumo a minha insatisfação, de diversos graus!
Enfim, espero que ele (marido) já esteja melhor.
Meu marido estudou lá (há milanos atrás), ele tem um carinho especial pela cidade...
Beijinhos,

Eliana Scaramal disse...

Karen vou te falar como falo pro Rapha quando ele passa por um situação ruim, bola pra frente que atras vem gente. :) Vão ter outras oportunidades o bom é que está em casa e que estão melhores agora.

Karen disse...

Gente, foi meio trash mesmo, obrigada pela solidariedade. Fiquei chateada por não ter feito tudo o que desejava, mas simpatizei com a cidade. Um dia ainda volto...

ZAZÁ LEE disse...

Karen...

Achei engraçada sua história...
dei muitas risadas.
Como eu e D. costumamos viajar de moto, tb já passamos por isso.

No fim até a gente faz piada depois.

Aparece no meu BLog

ZAZÁ LEE disse...

Aliás, o D. estudou lá tb há muito tempo...
Conhece bem a cidade ou conheceu, sei lá, depois de tantos anos.

Só fui conhecer o Museu da TAM, que é bem legal!

valentina disse...

Ah Karen, que dó que foi um desastre amiga.

Karen disse...

Zaza, a cidade é bacana, gosto do interior de SP.

Val, até que não foi tão ruim, pelo menos chegamos lá! ;-)