16.4.11

Das experiências oftalmológicas

Resolvi trocar de óculos este ano. Fiz tudo certinho, voltei ao oftalmologista para ver se meus graus de miopia e astigmatismo não mudaram, (eles estão estabilizados já há alguns anos), entrei em todas a óticas que encontrei pelo caminho até achar uma armação de que realmente gostasse e escolhi uma lente stylis para disfarçar a espessura da minha cegueira.

O problema começou quando recebi meus óculos novos. Eu enxergava com eles, mas sentia que perdia o foco com frequência e ler era um sufoco. Se eu não me concentrasse, as letras na tela do micro ou nos livros ficavam meio embaçadas. De manhã ainda segurava a barra apesar de sentir que forçava a região ao redor dos olhos, lá pelo meio da tarde a vontade era de jogar os óculos no chão e pisar em cima. De vez em quando até tinha naúsea e dor de cabeça. Pensei que poderia ser um problema de adaptação, mas uso óculos já há quase vinte anos e nunca passei por algo parecido. (Com exceção de quando tentei usar lentes de contato). Voltei no oftalmo. Os exames foram refeitos e estava tudo correto. Ele disse que eu poderia voltar à ótica e pedir que alguém conferisse se o centro ótico dos óculos novos batiam com o dos antigos. E até falou que eu poderia tentar usá-los por mais uma semana (para completar três semanas), mas um dia depois da consulta eu notei que estava com duas linhas paralelas sobre uma das pálpebras que pareciam "varizes". Aí não deu, voltei na ótica, a moça fez as verificações com os óculos antigos, mas não havia nada errado. Assim mesmo, os óculos novos foram para o laboratório para serem analisados. 

Sinceramente não sei o que pensar ou o que o pessoal do laboratório poderá fazer, será o tipo de armação, serão as lentes ou serei eu? Alguém já passou por isso, o que aconteceu?

18 comentários:

Luna disse...

Karen, meu conselho é: vá em outro médico. Ano passado fiz consulta pras lentes de contato e óculos. Primeiro recebi as lentes e senti algo muito parecido com você, sabia que tinha algo errado. Fui em outro médico e a diferença de grau num dos olhos foi enorme. Ainda bem que eu não tinha feito os óculos ainda. Boa sorte! :-)

Karen disse...

Luna, o problema é que enxergo bem com meus óculos antigos/atuais cuja receita é a mesma dos óculos novos.

Marizinha disse...

Karen, aconselho vc a trocar de médico. Eu uso lentes de contato, mas nunca tive problemas, as vezes fica meio embaçado, mas é só tirar a lente e colocar um pouco de colirio e logo resolve. No começo meu olho ficava vermelho, mas um mês dps passou. Outra coisa, meu oftalmo, me disse pra nunca comprar óculos e lentes em óticas, sempre comprar com ele mesmo, pois ele pode dar a melhor assistencia técnica no caso de algum problema.

Espero que resolva seu problema logo...

Bjs, Marizinha
http://bymarizinha.blogspot.com

Karen disse...

Marizinha, engraçado, é a primeira vez que ouço falar em um oftalmo que vende óculos! Pensava que eles só vendessem lentes de contato. De qualquer forma, vou esperar para ver o que acontece antes de trocar de oftalmo.

ameixa seca disse...

Tenho que trocar as lentes dos meus, odeio usar óculos mas tenho receio de gastar dinheiro em lentes de contacto e não me dar bem com elas. Há doi anos que não mudo e este ano tenho mesmo que ir... Espero que encontrem a solução pro teu problema!

Karen disse...

Ameixa, também fazia dois anos que não ia ao oftalmologista. Fui apenas para ver se nada havia mudado antes de fazer óculos novos, pois não sentia desconforto algum. Queria só ter óculos reserva, caso acontecesse algo com os meus atuais. :(

Eu nunca consegui me adaptar a lentes de contato, já tentei duas vezes, usava no máximo por algumas horas. O desconforto era muito grande.

sonia disse...

Quem sabe mudar de ótica resolve.
Boa sorte, Karen. Eu tb preciso voltar ao meu oftalmo.

Anônimo disse...

eu também não sabia que os oftalmo vendem óculos. sempre comprei nas óticas, sempre. Se assim fosse as óticas iam falir, rs....A maioria das óticas daqui, fazem o teste com técnicos especializados nas lojas mesmo,rs. Eu também não me adaptei com as lentes. Achei trabalhoso, rs. Já pensou nas cirurgias corretivas?
bom domingo
madoka

Karen disse...

Sonia, o problema é que eu já paguei pelos óculos e pelas lentes e por aqui não se costuma devolver o dinheiro...

Madoka, fora do Brasil é muito comum você ir diretamente na ótica e fazer exame e óculos. Acho isso ótimo.

Karen disse...

Ah, Madoka, eu tenho um pouco de medo da cirurgia apesar de conhecer muitas pessoas satisfeitas com ela. Sei lá, na minha idade não sei se compensa mais, fico pensando que depois do quarenta eu certamente vou precisar voltar a usar óculos mesmo...

Akemi disse...

Quando retornamos ao Brasil a 7 anos atrás, o Luiz veio resolvido que iria fazer a cirurgia corretiva. Já estava cansado dos óculos fundo de garrafa (ele tinha grau 7, bem ceguinho mesmo! rsss) e eu fui junto na consulta. O médico viu os dois usando óculos e achou que os dois iriam fazer a cirurgia e já foi fazendo meus exames tbm! Quando dei por mim, já estávamos com as cirurgias marcadas! Na ocasião nem pensei nos riscos, quem ficou preocupada foi minha sogra, disse que podíamos ter ficado cegos ou com alguma sequela. Felizmente correu tudo bem, a cirurgia é bem rápida e tranquila, coisa de uns 2 minutos. A demora é mais na sala de espera e nos procedimentos para a cirurgia. A vista fica um pouco irritada no dia e no dia seguinte dá a impressão de ter areia nos olhos mas depois, vida normal e adeus óculos!!!
Este médico foi recomendado pelo meu cunhado que tbm fez a cirurgia. Um colega do Japão tbm fez e correu tudo bem, o médico deu até um descontinho para ele porque fui eu quem o indicou! hehehe
Este doutor já fez inclusive cirurgia no Fernando Henrique Cardoso. Ele tem consultório na Paulista e se vc quiser posso te passar o endereço e telefone.
Não se prenda por causa da idade, eu já passei dos 40 e o Luiz já está quase na casa dos 50 e a visão continua ótima! Entrei de gaiata na estória mas foi a melhor decisão que tomei!
Nunca mais vai ter que ficar feito louca para se lembrar onde deixou os óculos, não ter que limpar a maresia quando for à praia ou quando tem diferença de temperatura entre os ambientes, ficar ajeitando no nariz, apertando parafusinho das hastes que começam a abrir... rsss
a vida e o rosto vão ficar beeeeeem mais leves!!!

Karen disse...

Akemi, quem sabe, sei lá, sou medrosa, mas este episódio com os óculos está me fazendo pensar. A clínica que frequento é bem conceituada, tem centro cirúrgico e tal, mas o médico "tchan" não é o meu e acho que seria antiético mudar agora. Depois escrevo um e-mail para pedir mais informações para você, que tal?

Dulce disse...

Nunca passei por nada assim e tenho miopia e astigmatismo. Uso lentes de contacto, foi a melhor coisa que me podia ter acontecido... o campo de visão é totalmente diferente dos óculos e o conforto é outro... (na praia, piscina, quando chove,etc..)

Também uso óculos em casa, a única coisa que notei diferente quando comprei uns novos com uma lentes finas para disfarçar a miopia foi a descer escadas, a percepção dos degraus era complicada e quase caí... penso que é a lente especial que me dá uma percepção diferente do espaço... :(

Karen disse...

Dulce, eu não consigo ficar com as lentes por mais de algumas horas, fico sempre com aquela sensação de corpo estranho nos olhos, uma pena...

Na primeira vez em que coloquei óculos, levei um tombaço na rua. Vergonha total.

Vamos ver se alguém resolve esse mistério dos óculos novos.

Eliana disse...

Oi Karen,

tive o mesmo problema. Mandei fazer óculos novos com pequena diferença de grau na lente Stylis. Não consegui me acostumar, fiquei com muito enjoo e tontura. Devolvi o óculos e eles refizeram e me entregaram semana passada. Ainda não consegui me adaptar em 3 dias de uso, sendo que normalmente, me acostumo em no maximo dois dias.

Esse é o segundo óculos que faço com lente Stylis e não consigo me adaptar. Estou achando que o problema é da LENTE STYLIS mesmo.

Enfim...

Karen disse...

Eliana, a ótica também refez as minhas lentes, mas não tive mais coragem de usá-las, estou com meus óculos antigos faz um mês e agora não me sinto muito bem nem com eles, meus olhos cansam ao longo do dia e isso parece aumentar meu astigmatismo, especialmente quando uso o micro. Vou voltar com o oftalmo esta semana para ver o que está acontecendo. As lentes stilys refeitas parecem mais próximas das dos meus óculos antigos/atuais, mas ainda sinto algo estranho em um dos lados. Vou refazer a refração e colocar lentes de policarbonato mesmo, desisti das stylis, também acho que é a segunda vez que tenho problemas com essas lentes, na primeira vez uma delas praticamente dobrou e deixou uma mancha opaca no meio. O que me irrita é pagar caro para sofrer...

Espero que se adapte com as suas lentes novas. Tem toda a minha solidariedade. Depois me conte como isso terminou.

Abraços,

Karen

Eliana disse...

Entao, Karen.
O primeiro óculos que fiz com lente Stylis, alguns anos atrás, realmente ficaram intocados. Nunca consegui usar.

Hoje tentei usar novamente o novo óculos com lente Stylis e deu tontura e enjoo de novo. Agora estou usando o antigo...

Resolvi nao fazer mais lentes Stylis, apesar de ter visto bastante comentários positivos sobre a lente.

Eu acho que talvez seja um problema de adaptação à lente, porque tenho o astigmatismo e miopia muito altos.

Minha mãe tambem tentou usar Varilux durante um bom tempo e nem ela nem os amigos se adaptaram. Lembrando que a Varilux e a Stylis pertecem à mesma fabricante, a Essilor.

É realmente irritante pagar uma das lentes mais caras do mercado e não conseguir usar. E não tenho nem como canelar a compra uma vez que disseram que o grau e o centro óptico estão corretos. Tecnicamente, não tem nada de errado com a lente.

Abraços e boa sorte

Eliana

Karen disse...

Eliana, o mesmo comigo, astigmatismo e miopia altos. Deve ser essa combinação que dificulta as coisas, também li muitos elogios às lentes, mas elas não servem para mim. Bem, agora já sei e não vou mais gastar dinheiro à toa.

Abraços,

Karen