27.3.12

Cenas de um domingo

Amanhecer dentro de um ônibus, tempo bom. 

SP. Descobri que a Catedral da Sé pode ser vista do final da praça da Liberdade.

Itiriki. Suco de pobá. Uma nota falsa de R$20,00 no troco descoberta quando a puxei da carteira para pagar por um vidro de pimenta na Marukai. Voltei, mostrei a nota e a moça do caixa me deu outra.

Um rato morto ao lado da calçada. Ratazanaça.

Uma das garotas negras mais bonitas que já vi: cabelos esvoaçantes, pele de ébano, como diziam os poetas, e um Herman Hesse nas mãos.

Almoço corrido e divertido com pessoas queridas que finalmente se tornaram tridimensionais. 

Anoitecer na cidade. Um oriental todo paramentado com chapéu de cozinheiro e avental sentado e fumando um cigarro na frente de um carrinho de comida, ninguém por perto para pedir um prato de yakisoba, que parecia ser a sua especialidade. Passo ao seu lado e sigo em frente na rua deserta.

Um homem dormindo na frente de uma loja fechada. Coberto por plástico e com tudo o que recolheu nas ruas bem junto a si. Isso sempre parte meu coração, sei que é inútil sentir pena, raiva, vergonha e não fazer nada, mas me falta coragem para mais.

Enfim, um dia cheio de coisas ordinárias e extraordinárias.


8 comentários:

Inessa disse...

Leitura gostosa...

Akemi disse...

Fiquei curiosa para saber quem eras as pessoas. Bjss

Karen disse...

Inessa, :)

Akemi, foi um grupo pequeno, assim mesmo, nem deu para conversar direito, o tempo era curto. Algumas pessoas já eram conhecidas como a Miki e o marido, as que encontrei pela primeira vez foram a Quéroul e a Tatiane. :)

banzai disse...

São Paulo, tem dessas coisas e por isso mesmo andar pelas ruas dessa cidade é uma aventura, que saudade dessa cidade maravilhosa, que é nossa. Fiquei intrigada, como vc descobriu a nota falsa?
madoka

Karen disse...

Madoka, foi a caixa do Marukai que notou, não tinha percebido, mas é bem fácil de identificar uma nota falsa, pelo menos nesse caso. As notas atuais têm uma faixa brilhante prateada, na nota falsa, a faixa era apenas branca. Recebi duas notas do mesmo valor no troco e nem me dei conta no hora.

tatiane disse...

Que estranho, um tempo atrás recebi uma nota falsa de dez no marukai. Na hora saí apressada e só fui notar depois que era uma falsificação bem grosseira. Desde então procuro sempre pagar com cartão lá, mesmo que seja mais demorado ficar esperando.

Quéroul disse...

eu acho que nunca peguei nota falsa... só uma moeda louca uma vez há muuuuito tempo!

tridimensionalidade é puro amor.

volta logo?
=***

Karen disse...

Tatiane, deve circular muita nota falsa por ali, pois logo que voltei na Itiriki, vi um cartaz na parede alertando sobre isso.

Quéroul, moeda falsa, isso nunca vi! rs

Não sei bem quando, mas volto sim!