5.12.12

Dezembro, semana 1

Estou aqui. Ainda em uma espiral maníaca de limpeza. Podei arbustos, arranquei plantas, fiz mudas de camélias e gardênias. Refiz alguns rejuntes. Estou usando a wap na pedra ao redor da casa. Limpei lugares que não viam a luz do dia há pelo menos um ano e ainda faltam os livros da edícula e a batcaverna do O., onde há mais livros. Resolvi usar o resto da tinta da pintura da casa para pintar o teto de dois banheiros e da lavanderia, falta só comprar um rolo, também pretendo envernizar duas portas. Como veem, não preciso de academia. Preciso apenas de telas mosquiteiras, mas ainda não consegui que um vidraceiro aparecesse.

Mas consegui que o homem que conserta vazamentos viesse e consertasse o cano de aspiração da piscina hoje, ele esteve fechado desde o final da reforma do piso, há uns três meses atrás, na semana passada a bomba que compramos para fazer a aspiração externa pifou e foi para o reparo, ainda na garantia. Se o homem não viesse nesta semana, iria ter que usar o cano com vazamento e tudo, felizmente, isso não foi necessário. E olha, a detecção do vazamento e o conserto foram rápidos, ele fez um buraco retirando uma única pedra, reparou o cotolovelo rachado e colocou a pedra de volta no lugar, depois que o cimento secar, o piso ficará perfeito. Coisa bem feita. Cara, mas bem feita. Sem sujeira, sem lambança.

A esposa do senhor que vem aparar grama e recolher as folhas caídas veio avisar que o marido caiu da bicicleta e fraturou deslocou a bacia. Segundo ela, ele estava voltando para casa às dez horas da noite e não viu um buraco porque estava escuro (a estrada que vem para cá é de terra e não há iluminação em um bom trecho). Perguntei o que ele estava fazendo na rua tão tarde e ela respondeu que ele foi comprar cigarros. Acho que ele deveria parar de fumar. Esqueci de perguntar quem o encontrou, imaginem o homem caído e sentindo dor no escuro! Essa época próxima das festas não é nada auspiciosa para a família, o pai, que trabalhava aqui antes, faleceu perto do Natal há dois anos, no ano passado, foi a mãe, e agora isso. 


***

Algumas imagens da semana:

pimenta rosa
uma das orquídeas que coloquei em uma árvore

ipomeia-rubra com brotos novos
 
mangas que estavam caídas no quintal

8 comentários:

Quéroul disse...

que fofura de pimentinha rosa.

cê vai usar a piscina agora, né? tá um calor absurdo, acho que eu vou até te visitar!!! :P

=**

Inessa disse...

A sua casa esta ficando pronta!

Mais uns acertinhos e pronto!
Meu ape finalmente ficou pronto, agora estou dormindo bem melhor, sem o som de gente gritando do predio ao lado, sem o som do toc toc do sapato da madame do apto de cima...agora lembro todos os dias dos meus sonhos!

O unico porém para lembrar das dores de cabeça da reforma, foi ter descoberto do ralo entupido da area de serviço, quando o cano de saida de agua da maquina de lavar se desencaixou e espalhou agua pra todos os cantos...o pedreiro simplesmente esqueceu de tampar o ralo! E nao adiantou avisar...

Seu jardim deve ser bem grande, tem bastante coisa não?

tatiane disse...

Como tudo anda me cansando, ler a lista da limpeza e me imaginar fazendo tudo isso me deixou exausta :S

Karen disse...

Quéroul, quando quiser, é só aparecer! (Só avise antes para eu limpar a dita cuja!)

Inessa, a impressão é que a casa nunca vai ficar "pronta". Sempre há algo precisando de uma garibada por aqui, quando quebra, a gente arruma!

Que bom que o seu apê ficou pronto!

O terreno é relativamente grande, mas não muito bem aproveitado... rs

Tatiane, é só uma fase, passo dias em atividade frenética, depois a pilha acaba...



Yolanda disse...

Karen, vc está bem adiantada na faxina, eu pretendo demolir dois guarda-roupas e o primeiro será desmontado 10/l2 segunda, estou contando as horas, afinal faz 25 anos que aturo ele. Bjs e feliz final de semana.

Karen disse...

Yolanda, coitado dos guarda-roupas!rs

Um final de semana fresco para você, aqui o calor está insuportável!

Aline Mariah Schmitz disse...

Em 10 dias estou me mudando pra uma casa de novo. Ansiedade a mil. Já morei lá a um tempo atrás, mas agora volto de mala e cuia e com mil ideias na cabeça (a casinha é como a sua, retirada e cheia de trabalho a ser feito). Adorei conhecer seu blog.

Karen disse...

Aline, eu cheguei aqui pelo casamento, foi difícil no começo, mas acabei aprendendo a apreciar a tranquilidade do lugar. Há sempre algo a ser feito, mas para dormir, não há melhor coisa. Desejo-lhe uma boa mudança!