13.9.14

Devagar e sempre. Dias secos e empoeirados por aqui. Lixei e pintei um conjunto de cadeiras e mesa de metal, cortei e fiz um desvio em um cano de água, aprendendo a fazer coisas... 

Apesar da poda, a jabuticabeira foi/está sendo generosa este ano. As maritacas voltaram e nos saúdam todas as manhãs.



3 comentários:

Letrícia disse...

Que lindas, as jabuticabas! Se algum dia voltar a morar em uma casa com quintal, quero plantá-las. Morro de raiva quando as vejo à venda por valores astronômicos e me lembro de como eram prazeres dos mais simples na minha infância...

As maritacas também têm aparecido todos os dias na espatódea diante da minha janela, aos pares. É uma gritaria animada.

Beijos!

Karen disse...

Letícia, o pior é que a jabuticaba vendida nunca é tão boa quanto à colhida no pé...

Época de maritacas, onde será que elas se escondem nos outros meses?

Paula disse...

Que lindo! Por aqui não temos nada disso... é inverno, e a neve já nos veio visitar algumas vezes este ano!
Bjs para si.