24.8.15

Enquanto a chuva não vem...

Deve chover a qualquer momento, o dia está escuro do lado de fora, vento, um quê de frescor, mas gotas grossas mesmo, nada ainda.

Minha caixa com bulbos de dália é refém dos correios. "Saiu para entrega" no rastreamento, mas são 17:00h, acho que só amanhã. Espero que não murchem mais ou sofram com falta de água junto com os bebês de rosas do deserto e patas de elefante.

A horta continua produtiva: espinafre e endro. O endro me surpreendeu, parece erva-doce, mas o sabor é tão diferente! Rabanetes e tomates, muitos.

Estou cada vez mais caseira e sinto uma enorme necessidade de fazer coisas eu mesma. Pão, massas, molhos, conservas. Nunca imaginei que algum dia pudesse me sentir assim. Namoro formas de chiffon cake e picoleteiras para ter picolés saudáveis no verão. Sonho até mesmo com máquinas de macarrão. Se pudesse escolher uma atividade profissional hoje, gostaria de trabalhar com algo artesanal, que pudesse fazer no meu ritmo, do começo ao fim.


A horta hoje
ervilhas engordando
tagetes
endro
tomates tomando sol
flores de mirtilo
flor de coentro
orgulhosa de meus tomates
muda de orquídea que trouxe do RS
flor de alface outra vez
morangos
alface americana

Nenhum comentário: