19.2.16

Quem ri por último

Calor, hein? As chuvas andam menos imprevisíveis na minha região, espero que continuem assim.

Não tenho cozinhado muito. Grelho alguma carne, há arroz e vegetais, nada muito trabalhoso ou criativo. Continuo evitando doces, mesmo que sempre me dê vontade de beliscar algo junto com o café depois do almoço, mas tento me manter firme. A gordura se torna mais persistente quando nos aproximamos dos "enta".

Estou finalizando a limpeza de final/início de ano. Lavar telas e janelas é a próxima tarefa. Encaro os cuidados com a casa como minha "academia", assim economizo duplamente, não pago para me exercitar e não pago para ter a casa limpa.

Uma coisa boa de ter terminado o mestrado é que a vontade de ler voltou com tudo. Tenho lido bastante e com prazer. (Depois comento algumas leituras). 

Os últimos filmes que vi foram: Star Wars (até gostei, pois me fez lembrar dos primeiros que assisti na infância), O Marciano (melhor do que esperava) e Relatos Selvagens (Ótimo! Os argentinos sabem fazer filmes). E só. Leio mais do que assisto a filmes. Fora isso, vejo documentários que gravo da NHK e TV5, também acompanho algumas séries com o O., atualmente: New Girl, Life in Pieces e Grimm (esperando pelo retorno de Broad City e Game of Thrones).

Plantei mais algumas mudas de flores, cannas de cores diferentes, zingiber e moreas. Se alguém dissesse que eu me interessaria pela jardinagem e assumiria os cuidados com o nosso jardim dez anos atrás, eu teria dado uma risada.

continuo alimentando os pássaros pela manhã
glória da manhã

2 comentários:

Yolanda disse...

Karen, cuidar do jardim é uma terapia deliciosa, moro em aptº e só tenho algumas plantas, porém quando vou à casa da minha irmã, sinto prazer em regar o jardim. A propósito já entrei nos "enta" faz tempo, então cuidado dobrado.
Bjs.

Karen disse...

Oi, Yolanda! Pois é, também descobri que gosto de cuidar do jardim! O tempo tem efeitos estranhos sobre a gente (não tão bons quando se trata do corpo). Beijos!