26.4.16

Dippas para nachos/doritos e outras coisinhas


Fiz um desses molhinhos para lambuzar nachos (doritos) em casa e achei o resultado bastante decente, quem diria? A receita era vegana, mas fiz algumas adaptações. O sabor lembra um pouco o tempero dos doritos na versão com queijo. Se for servir já sobre os nachos junto com outros acompanhamentos (coentro, abacate, milho, feijão, etc., como na receita original), monte o prato momentos antes de servir ou os nachos perderão a crocância. Medi a quantidade mais ou menos a olho, pois não queria fazer a receita inteira.



Queso caseiro (dippas)


1 x de castanhas-de-caju cruas (usei torradas) 
1 x de leite de soja (sem aditivos/aromatizantes, acho que também funciona com leite)
220g de cream cheese
1 tomate pequeno picado (cerca de 1/2 x)
sal a gosto
1/2 c chá de páprica picante
1/2 c chá de cominho em pó 


Bata todos os ingredientes no liquidificador ou no processador até que a mistura fique homogênea e cremosa.


***

Abaixo, algumas de minhas últimas aventuras culinárias e outras coisinhas:

Fiz meu primeiro bolo prestígio seguindo a receita da Marly, ficou ótimo! Só não tive coragem de fazer as três camadas, separei um pouco da massa para o bolo não ficar tão alto e fiz uma versão no formato de cupcake. Ainda bem, pois o corte do bolo maior saiu mais diagonal do que horizontal, imaginem se tivesse que cortar o bolo em três... Não ficou bonito como os bolos da Marly, mas garanto que todos aqueles que comeram gostaram! (Também não reparem no interior da geladeira!)


Gengibre da horta. Separei um pouco para mim e deixei o resto numa caixa na frente do portão com um plaquinha para quem quisesse. Um homem que está fazendo reformas na casa da frente tocou a campainha e perguntou se podia levar, claro!


 Torta de couve-flor, fica entre um recheio de quiche e uma frittata. Receita daqui.


E agora que tenho dill/endro crescendo a todo vapor, faço gravlax quando me dá vontade. É salgadinho e fica ótimo com um molhinho de iogurte e pepino. Eu me baseio mais ou menos nesta receita, mas é só procurar na internet para encontrar uma que se adeque ao seu paladar.

E continuo recolhendo cascalho na rua. Acho essas pedrinhas arredondadas irresistíveis!


7 comentários:

aline naomi disse...

NOSSA. NOSSA. :o) Esse bolo de prestígio me deixou com lombrigas. E, que @#$&*, não vou ter tempo de cozinhar nesse fim de semana. Mas preciso fazer essa receita assim que der.

Karen disse...

Aline, o bolo é muuuito bom, mas é bolo para vários dias ou para várias pessoas. :)

Danni e Lype disse...

Querida amiga,
Estava com saudades e vim te visitar...
Você anda fazendo várias DELÍCIAS, heim???
É sempre um grande prazer vir até aqui e saber notícias suas...
Beijos, Irene

Valentina disse...

Vc sempre maravilhosamente unique. Menina, vou olhar a receita da Marly. os bolos do Brasil sempre são imensos.
Adorei o que vc fez com o gengibre. Aonde moro tem um pe imenso de endro. Adoro quando flora.
Outro dia fiz uma cookie session com uma moca da Ucrania e algo que amei foi como ela usa ervas em abundância. e vi que era muito tímida ao acrescentar ervas a minha comida. agora estou mudando isso e tenho ficado feliz com os resultados.
bj grande.xx

* estas no mesmo endereço?

Karen disse...

Irene, tenho cozinhado, mas postado pouco. Estou em uma fase mais introspectiva... rs

Val, as receitas da Marly são ótimas, boas para reuniões familiares, pois rendem bastante. Adoro ervas, às vezes acho que uso até demais, mas a comida brasileira geralmente é bem comedida nesse sentido.
Sim, continuo no mesmo endereço, só não tenho mais caixa postal, pois o correio agora entrega em casa.

Mutante disse...

Que tudo isso de você deixar o bilhete na porta pras pessoas pegarem um pouco.
Nestes dias frios aqui em SP, um brechó da vizinhança fez o mesmo com cobertores e blusões, acho que essa ideia contagia as pessoas de solidariedade e já estou pensando nisso para coisas que não estou usando mais. :)

Karen disse...

Oi, Karina! Sempre deixo o que o quintal produz em excesso na frente do portão para quem quiser levar. Acho melhor do que estragar ou dar para alguém que de repente aceita só por gentileza... Aparelhos quebrados, panelas sem uso, qualquer coisa que deixo do lado de fora é levado, nada se perde... :)