16.12.05

Pudim de Tapioca

Esta receita foi colocada no Fórum do Cybercook pela Célia Foresto Scannavino, ela é deliciosa! Para quem não sabe, tapioca são aqueles grãozinhos de fécula de mandioca, lembra o sagu, só que a tapioca é mais fina.
 

Como sempre, fiz metade da receita, mas não hesite em fazer tudo.

Já ia me esquecendo, alguém sabe como quebrar o coco e retirar aquela película escura de um modo mais “elegante” do que o meu? Eu costumo comprar cocos inteiros, quando vou fazer um prato, levo o dito cujo para o quintal, pego um paralelepípedo do jardim e o acerto, depois, recolho a polpa e levo para a cozinha onde descasco a parte escura com uma faca. Já nem ralo mais o coco, não tenho paciência! Nessa receita, bati os pedaços de coco no liquidificador com o resto dos ingredientes.




Pudim de tapioca

l xícara de tapioca
4 xícaras de leite quente
l vidro de leite coco
2 xícaras de açúcar
6 ovos ligeiramente batidos
1 xícara de coco fresco ralado
l colher de manteiga


Preparo
 
Coloque a tapioca numa tigela cubra com o leite quente e deixe de molho por mais ou menos 2 horas. Junte os demais ingredientes, misture bem. (Eu bati no liquificador, porque a tapioca fica bem compacta).


Faça um caramelo e espalhe numa forma de buraco no meio. Coloque o pudim na forma e leve ao forno preaquecido e asse em banho-maria por cerca de 50 min ou até ficar dourado. (Levou mais tempo do que isso!)

Tire do forno e deixe amornar. Desenforme num prato e leve à geladeira.

22 comentários:

valentina disse...

Oi Karen, olha, quebrava coco bem com voce mas outro dia vi na televisão um cara quebrando da seguinte maneira: ponha um pano de prato na mão, o coco na toalha. PEgue uma faca das grandes, tipo clever( da uma olhada no google pictures pois nao lembro como chamamos isto em português - perdão), e vai dando porradas no coco bem na marca, ao mesmo tempo que giras o coco.E importante dizer que a parte que vai no coco é a parte cega da faca.Já adotei a técnica e não tem falhado comigo.Lindo pudim.

valentina disse...

Desculpe mas quis dizer, o coco no pano de prato - sem cobrir. o pano de prato é para proteger a mão.

Akemi disse...

Sabor de coco fresco não tem igual, fico imaginando a delícia que deve ser esse pudim...pena que aqui não tenha nem tapioca e nem coco...:(

Elvira disse...

Tem um óptimo aspecto!

Karen disse...

Valentina, se essa faca tiver um tipo de gancho no cabo, acho que eu a encontrei. Achei uma outra maneira interessante de abrir o coco e separar a polpa da casca mais grossa, é retirar o líquido do coco e deixá-lo no forno em temperatura branda por cerca de 20 minutos (parece que o calor faz a polpa "encolher"), depois abri-lo dando pandacas com um martelo virando-o até completar o círculo. Vou testar.

Karen disse...

Akemi, é uma pena que seja difícil encontrar alguns ingredientes por aí, mas em compensação, há muitas coisas daí que são difíceis de encontrar no Brasil! Quando voltar, vc mata as saudades!

iliane disse...

olá Karen..ficou lindo seu pudim de tapioca!!imagino qie deve ter ficado muito bom...gosto de coisas feitas com tapioca!!!

zaza disse...

Gosto muito muito Pudim !
Naõ conhece este, mas estou impaciente de fazer e apreciar !!!
(oh làlà... j'espère avoir été claire...mais, ça me fait du bien d'écrire un peu en portugais)

Karen disse...

Iliane, faz bem pouco tempo que conheci a tapioca, foi em Trancoso, em agosto, eles serviam um mingau de tapioca e leite de coco no café que era uma delícia! Depois fui procurar receitas... O pudim ficou muito bom, gosto do efeito "borrachinha" da tapioca.

Zaza, ou mieux, Isabelle! Oui, tu a été très claire! J'ai visité ton blog et j'ai vu que tu aimes Portugal!

renata lampiao disse...

Karen,colocar o coco no forno resolve mesmo. E me recordo de levá-lo à chama do fogão também.Há tempos não compro coco in natura. Oh fotos caprichosas mas esta e a da gelatina colorida,céus.

Brisa disse...

o pudim fikou lindo e o coco kebrado tb..hehe..
bah, depois do KC, virei "mulherzinha" e deixo essas partes dificeis pra ele ( abrir o coco)..hehe..mesmo porque, um simples mamao ( papaya) e uma faca que nao eh "clever" ( mas era afiada pra......) me provaram minha incompetencia nessa era ( traduzindo: desastre!! heheeh)..enfim..mais uma fotinha linda de se ver e saborear..:))

Karen disse...

Brisa, seu marido � um sonho: ajuda a limpar a casa, fazer massas e quebrar cocos! O meu s� olha e d� risada ou come e reclama!

fleur de sel disse...

Je vois qu'on est très fidèle à Cybercook! La aussi la photo est superbe.

Marlene disse...

O melhor modo de soltar o coco da casca, que já encontrei foi: antes de tirar a água dele, colocar em uma panela com agua para ferver por mais ou menos 20 ou30 minutos,ele solta inteirinho da casca, quebrar é so jogar no chão ou bater um martelo. Seu pudim é uma delicia, obrigada pela receita

Karen disse...

Oi, Marlene! Obrigada pela dica, faz tempo que não me aventuro a comprar um coco inteiro! Sou um ser meio preguiçoso... rs
Fico feliz que tenha gostado da receita, ela é muito boa mesmo! Abraços!

Karin disse...

Oi, Karen

Obrigada por responder. Vou tentar esta receita, o pudim parece ótimo!!!!
Sabe o que pensei? E se no bolo eu usar a tapioca que ficou de molho no leite (como a do pudim), ao invés dela seca?
Será que dá certo?
Beijão,

Karen disse...

Oi, Karin! Olha, há muito tempo, antes do blog, eu fiz um bolo de tapioca assim, ele ficou com consistência de "borrachinha", mas vai ver que é assim mesmo! rs
Acho que você precisa encontrar as proporções certas para ter um bolo do jeito que deseja. Vou ver se acho alguma receita desse tipo para testar em casa também, tenho um pacote de tapioca dando sopa na despensa. Você também pode fazer um tipo de "cuscuz" de tapica, já ouviu falar? As pessoas comem colocando leite condensando por cima. Tem um receita interessante aqui

Cristina disse...

Oi Karen, acabei de conhecer seu blog e gostei.
Quanto ao coco, aqui em SP (me desculpe, não vi ainda em que cidade você está) é comum venderem o coco ralado na hora em feiras livres. É onde recorro quando preciso de coco fresco ralado. Não preciso quebrar nem ralar. Facinho, facinho.
Mas se você preferir fazer tudo em casa, existe nas lojas de artigos para cozinha e em geral (até nas de 1,99)um utensílio que parece uma colher com garrinhas em toda a borda que você vai raspando o coco ainda na casca. Dessa forma, você evita ter que descascar aquela película marrozinha.
Além disso, essa "colher" também é boa para raspar as paredes do pão italiano quando quiser usá-lo como bowl para sopas, o que fica uma delícia, por sinal.
Um abraço

Karen disse...

Cristina, obrigada pelas dicas! Fiquei superinteressada nessa colher, vou ver se encontro! Especialmente pela idéia do pão!
Eu moro no interior de SP, na zona rural, e nem sempre vou à feira, mas ultimamente tenho visto coco ralado fresco em alguns supermercados, o que já ajuda, ainda bem!

Abraços!

Canela disse...

À procura da melhor tecnica de partir o côco,atravesso o Atlantico e descubro este blog fantastico......Parabens!

Karen disse...

Obrigada, Canela!

Anônimo disse...

ótimo. já tem um dez cocos dentro da minha geladeira só esperando a minha coragem de arrancar aquela bendita casca verde, quebrar o coco e o pior, retirar a massa branca. vou ver se consigo com esta técnica do forno. valeu galera.
Eduardo, slz-maranhão