9.8.07

Sobrecoxa teriyaki

Mais uma do livro de culinária japonesa que adoro, mas andava meio encostado devido à minha grande preguiça de ler em japonês. Estudar línguas é algo engraçado, você passa um tempão estudando e achando que não está melhorando nada e, de repente, olha para uma palavra e descobre que sabe qual é o seu significado. É o que parece ter acontecido com meu japonês, estudo sozinha e às vezes desanimo, mas acho que não tem sido em vão! Ainda preciso consultar o dicionário várias vezes, mas agora não é tão desesperador.

Esta é uma de minhas receitas preferidas, deliciosa e simples. Esses dias ando com vontade de voltar a algumas receitas básicas, preparar coisas simples, enfim, de mudar algo, como não dá para fazer grandes mudanças na vida, a gente começa pelas mais fáceis. rs


Sobrecoxa teriyaki

 
2-3 sobrecoxas de frango desossadas e abertas (com a pele o efeito final é mais bonito, eu só tinha sem)

Fure a carne com um garfo e tempere com:
3 c sopa de shoyu
1 c sopa de saquê
1 c chá de caldo de gengibre (rale um pedacinho de gengibre e esprema para obter o caldo)

Deixe marinar por certa de 20-30min virando de vez em quando.
Aqueça cerca de 3 c sopa de óleo em uma frigideira. Retire a sobrecoxa da marinada e coloque para fritar na frigideira com a parte da pele voltada para baixo. Frite em fogo baixo mexendo a frigideira. Depois que a pele ficar bem corada, vire, tampe a frigideira e deixe fritar em fogo baixo por 10 min. Quando você espetar a parte mais grossa da carne com um ohashi e ele entrar com facilidade, pode retirar a carne para um prato. Limpe a frigideira, descartando o excesso de óleo. Coloque-a de volta no fogo e adicione uma mistura feita com o resto da marinada do frango,
2 c sopa de mirin (tipo de saquê adocicado vendido em loja de produtos japoneses), 1 c sopa de shoyu e 1,5 c sopa de açúcar. Deixe ferver um pouco e depois coloque os pedaços de sobrecoxa fritos com a pele voltada para baixo novamente na frigideira. Deixe caramelizar e depois vire e faça o mesmo do outro lado. Movimente a frigideira para que a carne caramelize bem.

10 comentários:

Laurinha disse...

O mirin então é o saque que deve ser utilizado para fins culinários?
Pode-se utilizar o outro ou não se deve?
Beijinhos,

Marizé disse...

Fique com água na boca, tanto o frango como os camarões abriram-me o apetite. Parabens!

Eliana Scaramal disse...

Karen primeiro quero dizer que passo aqui todos os dias, mas meus comentários não tem entrado, volto depois pra conferir se esse entrou. :(
E agora sim falando da receita, que delícia, e essa cor que ficou o frango?! Tudo querida!

valentina disse...

Karen, que delicia de receita. a marinada está tão boa.

Karen disse...

Laurinha, o mirin é um pouco diferente do saquê comum, mas acho que pode ser substituído se não houver alternativa.

Marizé, obrigada!

Eliana, isso também acontece comigo em outros blogs, não sei o que acontece, mas que bom que conseguiu comentar dessa vez!

Val, adoro teriyaki, acho tão bom! Esta receita é ótima!

Cristina Stein disse...

Karen, de passagem pelo teu blog (o máximo!) peguei essa receitinha e fiz ontem mesmo: o frango demais , a marinada é especial deixa você apenas adivinhar o gengibre. Obrigada por compartilhar essa receita. Cris Stein

Cláudia A. disse...

Maravilhosa a receita. Esse livro japonês tem ótimas surpresas.

Karen disse...

Cristina, obrigada pela visita! Que bom que gostou da receita, eu também a achei muito boa!

Claudia, tem mesmo! rs

Diego disse...

Hmmmm. Frango Teriyaki. Adoro!!!
Nunca soube como era feito. Graças a você, agora vi que posso até fazer em casa. Thanks!

Karen disse...

Diego, frango teriyaki é bem fácil de fazer, tenho uma outra receita boa aqui.