1.4.08

Pissaladière com sardinhas

Esta é minha versão de pissaladière, vulgo pizza de cebola francesa. Eu uso a massa de pizza integral do Joe que é suficiente para uma pizza grande ou uma assadeira retangular grande como a minha. A pissaladière leva anchovas no lugar da sardinha, mas já vi algumas receitas assim e é como sempre faço, apesar de achar que o salgado das anchovas contrastaria muito mais com o adocicado da cebola.

Pissaladière com sardinhas

Massa:
 

1 x de farinha de trigo integral
1 x de farinha
1/2 pacote (5 g) de fermento biológico seco instântaneo
1 c chá de sal
1/2 chá de açúcar
3/4 x de água morna
1 c sopa de azeite

Cobertura:
 

3 cebolas grandes (ou mais)
azeite
pitada de açúcar
1 lata de sardinhas grande (despedace as sardinhas, eu costumo retirar as espinhas)
algumas azeitonas pretas
ervas finas secas

Massa:
Combine as farinhas, fermento, sal e açúcar no processador de alimentos, pulse para misturar. Combine água morna com o óleo em um copo. Com o processador ligado, adicione o líquido gradualmente até que a mistura se transforme em uma bola. A massa deverá ser bem macia. Se parecer seca, adicione 1-2 c sopa de água morna, se muito grudenta, adicione, 1-2 c sopa de farinha. Processe até que a massa forme uma bola, então processe por mais 1 minuto para sovar. (Eu fiz na mão mesmo, juntei os ingredientes secos em uma bacia, adicionei os líquidos e sovei, o Joe recomenda que se faça isso por uns 10 min).
Unte um recipiente grande com um pouco de óleo. Coloque a massa em seu interior e dê uma virada na massa para envolver toda a sua superfície com o óleo. Cubra com filme plástico, ou um pano de prato úmido, e deixe crescer por cerca de 1 hora, ou até que dobre de volume. Dê um soco para retirar o ar e espere cerca de 10 min antes de abrir.

Cobertura:
Refogue a cebola em uma panela com um pouco de azeite, adicione a pitada de açúcar e cozinhe até que a cebola fique dourada e bem macia, adicione água caso necessário e mexa com freqüência para não queimar.

Montagem:
Cubra a massa aberta como uma pizza fina com a mistura de cebolas e, sobre ela, distribua os pedaços de sardinha e as azeitonas. Polvilhe com um pouco das ervas finas, sal a gosto e regue com um bom azeite. Leve para assar em forno preaquecido até que massa fique crocante.

9 comentários:

risonha disse...

para mim teria que ser mesmo com anchovas, pois não posso comer sardinhas... mas aposto que ficou uma delícia.

Marizé disse...

Eu adoro sardinhas, e este "pão" está cheio de sabores mediterranicos que me deixaram encantada.

Bjs

Gourmandise disse...

É a minha preferida! Faz tempo q não faço...
bjo,
Nina.

Letrícia disse...

As lombrigas leram a receita comigo e estão cheias de argumentos para me convencer a fazer essa pissaladière hoje, mesmo: "é integral", "tem sardinha, rica em ômega-3", "é um lanche saudável". Acho que vou ter que concordar com elas ;-)

laila disse...

humm comeria uns pedacinhos agora...q dleicia! adoro cebola refogada entao pissaladière é minha favorita dentre as pizzas...adorei os argumntos da letricia!!hahah

bjs

Patricia Scarpin disse...

Karen, ficou tão bonita!
Quero experimentar massa integral de pizza.

Márcia disse...

Karen, eu sempre babo nas pissaladières que vejo, mas é aquela coisa que sempre me deixa na dúvida a fazer, pois tenho medo de preparar e de repente sobrar muito...
A sua ficou linda!
Bjos.

Gi disse...

amo muito pizzas!!
essa ficou apetitosa com toda essa cobertura enfeitando a massa levinha :D
bjs!!!

Karen disse...

Meninas, essa é uma receita que faço quando quero "petiscar" algo gostoso. Fica leve e bastante saboroso. Espero que gostem!