18.3.08

Pão de coco integral

Estávamos assistindo às notícias na televisão e uma das reportagens falava sobre o consumo de pão de coco no Ceará na época da Páscoa. Eu não sabia, mas parece que ele é tão popular por lá quanto a colomba pascal. O jornal não dava a receita, só dizia que ele era feito com leite de coco e coco ralado. O. virou para mim e disse que tinha ficado com vontade de experimentar o tal pão. Lá fui eu procurar a receita na internet, procurei um tempão e não achei um pão que me satisfizesse, alguns levavam ou só o leite de coco ou só o coco ralado ou eram pães doces com recheio. Estava desistindo quando dei uma olhada no meu The bread baker bible, e não é que achei?! A única alteração que fiz foi substituir 30% da farinha normal pela farinha integral. Usei a máquina para amassar, depois do ciclo eu coloquei em uma forma de bolo inglês, esperei dobrar de volume e assei no forno preaquecido. Da próxima vez eu talvez adicione duas colheres de manteiga amolecida para dar um "tchan" a mais. Se você quiser um pão branco, substitua o açúcar mascavo por açúcar normal.

Modéstia à parte, o pão ficou espetacular.



Pão de coco

 
1 1/4 x de leite de coco
1/2 x bem cheia de açúcar mascavo (ou claro, caso prefira um pão branquinho)
2 c chá de sal (não muito cheias)
1 c chá de essência de baunilha
1/4 x de leite em pó
3 1/2 de farinha para pão (costumo usar a farinha especial para pão da Fleischmann, substituí uma xícara por farinha integral)
2 c chá de fermento biológico seco instantâneo
1/2 x de coco ralado

Coloque os ingredientes na máquina de pão na ordem acima (exceto o coco ralado). Programe para o ciclo de pão doce (ou só amasse) e adicione o coco ralado quando o bip for acionado ou nos 5 minutos finais do primeiro ciclo de sova.


20 comentários:

Laurinha disse...

Como vc é mestra nos pães, confio no julgamento e já anotei a receita para experimentar!!!
Beijinhos,

laila disse...

karen q maravilhoso!!! sabe q adoro paes integrais mas de coco nunca pensei...bjs

Letrícia disse...

Nossa, que lindo! Ele chega a ser doce? Pergunto isso por causa da quantidade de açúcar que leva. Receita anotadíssima.

Beijos!

Luciana Macêdo disse...

Vou fazer na mão mesmo. Não dá para ficar sem experimentar este pãozinho.
Bjs!

Katia Mine disse...

Esse pão tá lindo!
Eu adoro pão e estou querendo comprar essa máquina logo.
bjos

lunalestrie disse...

Karen, nem eu sabia que se consumia tanto pão-de-coco aqui nesta época, rs. Essa tradição não chegou na minha família. :)
Mas são bem gostosos, faz um tempão que não como. A textura dele é bem semelhante ao que chamamos aqui de "pão sovado", que é uma massa bem macia, no estilo de pão de hambúrguer e hot dog. Eles às vezes colocam algum tipo de calda por cima que deixa a casca docinha.
Vou guardar tua receita pra fazer um dia. :)

risonha disse...

mais uma receita de pão para eu testar... há dias fiz uma receita de pão aqui do teu blog que ficou espectacular
agora tenho que experimentar esta!

Karen disse...

Laurinha, não é verdade que sou mestra dos pães! rs Vejo tanto pão bom por aí...

Laila, eu sempre dou um jeito de colocar um pouco de farinha integral nas massas! ;)

Letrícia, ele é levemente adocicado, preciso arrumar na receita, mas é 1/2 x bem cheia de açúcar...

Luciana, ele é muito bom!

Katia, você já faz pães tão apetitosos mesmo sem a máquina!
Eu não tinha paciência para sovar a massa, foi mais por isso que comprei uma.

Luna, na televisão parecia algo assim tão habitual aí no Ceará! rs
Parece pão sovado mesmo! Vi que é possível pincelar com uma calda feita com água, açúcar, cravo, canela em pau e casca de limão! Deve ficar ótimo!

Risonha, foi o pão de centeio, você disse que ia preparar, mas não me deu o feedback! rs

Julia Darol disse...

Nossa que boa dica. Parece muito harmônico. A única coisa é que prefiro fazer pão à mão ... gosto do ritual. Mas me digas (abusando da consulta culinária) sabes onde encontro as panelas steamer de bambu. Beijos e Muito obrigada pelas ótimas receitas de sempre.
Julia

Karen disse...

Julia, eu não levo jeito para fazer pão a mão, infelizmente!

Sobre o bambu, eu não sei informar onde você poderia encontrar as panelas. Em SP talvez eu procurasse nos mercadões ou na Liberdade, onde há produtos orientais, mas aí no sul, não faço a menor idéia. Não há um mercado municipal por perto ou lojas de artigos orientais? Talvez seja um começo. Desculpe não poder ajudá-la mais.

cozinha da drica disse...

Karen ficou um espetáculo nesta foto!!!!! Eu quero!!! Bjks e Feliz Páscoa!!!

Ana disse...

Uh que pao bonito Karen, gostei!
Minha irma tem maquina de pao, vou passar a receita p/ ela tbem!
Ana

Vitor Hugo disse...

"Modéstia à parte, o pão ficou espetacular." - huhauahuahuahuah, não me pergunte o porquê karen, mas achei morri de rir da frase!

Se for fazer na mão, o tempo de sova seria de quanto? E é apenas um tempo de fermentação?

Karen disse...

Obrigada e Feliz Páscoa, Drica!

Ana, passe sim! Adorei este pão e não consigo parar de comê-lo! (Ainda tem um pouco!)

Vitor, é acho que a frase é engraçada mesmo, meio pretensiosa... rs
Olha, eu não sei quanto tempo de fermentação levaria, vi algumas receitas feitas na mão que pediam esponja, aí eu já não sei quais seriam as medidas para ela. (Mas você é um padeiro com mais experiência, quem sabe, usando a intuição? Eu sou uma padeira de meia tigela...rs)

viv disse...

Oi Karen, lendo seus comentários sobre a receita do pão de côco, investiguei a tal receita que você procurou na ocasião. Se ainda interessar vá ao endereço: http://www.sindpan-ce.org.br/pauta07.htm

beijocas!
p.s estou sempre por aqui, apreciando suas belezuras!

Karen disse...

Viv, muito obrigada pelo link! Os ingredientes até que não mudam muito, vamos ver se experimento algum dia!
Beijos e obrigada pela visita!

Welton Rodrigo Torres Nascimento disse...

Como o link saiu do ar, vou colocar a versão salva no Internet Archive:

http://web.archive.org/web/20080602031044/http://www.sindpan-ce.org.br/pauta07.htm

Fiz a sua receita e ficou legal, mas o pão de cocô do Ceará é realmente imbatível. É um pão sovado (massa fina), só que com cocô na massa, uma delícia.

Karen disse...

Welton, pois é, nunca provei o original e imagino que deva ser mesmo muito bom! Sem base para comparar fica difícil, continuo na vontade!

Obrigada pelo link! Coco natural deve fazer muita diferença! Preciso tentar mais uma vez (sem a farinha integral).

Anônimo disse...

será que vc conhece onde comprar na internet essa farinha especial para pão?

Estou fã do seu blog, das suas receitas e de seu bom humor.Parabéns e muito obrigada.

Helena

Karen disse...

Oi, Helena! Sabe que faz um tempo que não vejo mais essa farinha à venda no mercado? Também não a encontrei no site da marca, vi apenas melhoradores e misturas prontas para pão. Atualmente tenho usado a farinha normal nas receitas. Obrigada pela visita!