28.4.08

The great Gatsby - F. Scott Fitzgerald

“Comecei a gostar de New York, da vibrante, atrevida sensação de sua noite e da satisfação que o tremeluzir de homens e mulheres proporciona aos olhos inquietos. Gostava de subir a 5ª Avenida e escolher mulheres românticas na multidão e imaginar que em alguns minutos eu entraria em suas vidas, e que ninguém nunca saberia ou desaprovaria. Às vezes, em minha mente, eu as seguia até seus apartamentos nas esquinas de ruas escondidas e elas se voltavam e sorriam antes de desaparecerem em uma escuridão tépida através de uma porta. Algumas vezes, no mágico entardecer metropolitano, eu sentia uma angustiante solidão, também a sentia nos outros – pobres jovens funcionários que demoravam-se na frente de janelas esperando até que fosse hora de um jantar solitário em um restaurante – jovens funcionários ao pôr do sol, desperdiçando os mais pungentes momentos da noite e da vida.”

Depois de Tender is the night, The great Gatsby.
 
F. Scott Fitzgerald é um grande escritor, gosto da forma como ele descreve as cenas, elas são de grande beleza plástica, romântica, melancólica. A sensação que tenho enquanto leio seus livros é semelhante àquela que experimento quando uma festa acaba.

Gatsby é o rapaz pobre que constrói uma fortuna usando meios escusos. Ele tem uma bela casa onde dá festas concorridas quase todas as noites e parece ter uma vida invejável, entretanto, a única coisa que deseja é reconquistar uma paixão de juventude. Bela e triste história.


11 comentários:

Gi disse...

Adorei a indicação do livro, não conhecia o autor e gostei muito do trecho que você colocou! Gostei do modo que ele descreve seu pensamento, suas vontades... Estou mesmo precisando de algo novo para ler, vou procurar alguma edição pela biblioteca que frequento!!
beijinhos!

BETO disse...

Oi Karen. Tenho um blog culinário que mostra receitas passo a passo e também minha principal paixão, os bolos decorados. Gostei muito do seu blog e adicionei o endereço à minha lista de blogs que vou visitar sempre. Faço o convite para conhecerem meu blog, e, caso acharem que mereço um link no seu blog, ficarei muito grato. Obrigado, BETO.

melody disse...

Bela e triste?? Hmmm, gosto da combinação desses adjetivos! Tenho esse livro em casa, no Brasil... comprei uma edição pocket para estudar Inglês mas minha falta de vocabulário acabou me fazendo desistir nas primeiras páginas... Mas seus comentários e esse trecho do livro já me deixaram uma vontade louca de le-lo!

E parabéns, moça, pela pré-seleção no concurso do Sesc!!! Nossa, é uma vitória enorme, parabéns mesmo!!! Estou tentando faz tempo postar esse comentário, mas minha conexão não tem ajudado... E estou curiosa sobre seu romance! Bem que vc poderia deixar uns trechinhos dele pra gente aqui, neh?!?

Bjus!

Karen disse...

Gi, espero que goste!

Obrigada pelo convite e pelo link, Beto! Passerei pelo seu blog!

Obrigada, Melody! Como pretendo enviar o mesmo livro para um outro concurso, até que o resultado saía eu não poderei colocar trechos dele aqui, mas depois eu farei isso se a vergonha permitir!
Fitzgerald é um bom escritor, os personagens são muito solitários...

Axly disse...

Adorei a dica, vou procurar esse livro por aqui!
Ler é sempre essa maravilhosa viagem, mas gostei da sensação que diz ter quando termina um livro, sem nunca ter pensado assim, descobri que me sinto exatamente assim sempre que acabo um livro bom.
Kisss^^

Vera disse...

Oi karen,
td bem?
Adoro este livro...ficou muito marcado na minha memória!
Bjo
Estou com saudades!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Karen disse...

Axly, bons livros deixam saudades... :)

Vera, um dia você precisa me contar a história do livro, gosto saber por que um livro marca uma pessoa...
Beijos!

inBluesY disse...

este livro é fantástico.

'Paris é uma festa' de Ernest Hemingway tb devias de apreciar.

daniel disse...

vai ver eu precise ler esse livro no original, porque a tradução que li simplesmente detestei. vai ver foi a tradução...

auntie jo disse...

j'ai lu ce livre il y a bien longtemps, mais il fait partie de mes classiques!

Karen disse...

Inbluesy, você me deu uma idéia para a próxima leitura! Estava meio desanimada, deixando livros pela metade. Vou ver se eu tenho esse do Hemingway!

Daniel, ou talvez seja uma questão de falta de empatia pelo autor, isso acontece.

Auntie Jo, il est vraiment un classique. Il y a bien peu de temps que j'ai commencé a lire Fitzgerald, il est très interessant.