26.7.08

Pão "italiano" integral

Quando vi o número de elogios a esta receita, tive que prepará-la pois adoro pão italiano, especialmente quando ele é "cascudo" e crocante, e a receita prometia isso. Bem, ele não ficou cascudo como imaginei, mas estava ligeiramente crocante assim que foi retirado do forno.

A massa é boa para trabalhar e rendeu dois belos e fofos pães integrais. Não sei se o fato de ter colocado uma forma com água na grade debaixo do forno ao invés de borrifar água uma ou duas vezes em seu interior quando comecei a assá-los fez alguma diferença no resultado final.


Amassei na máquina, mas há instruções para quem quiser fazer artesalmente.


Pão "italiano" integral

 
1 1/4 x de água morna
2 c sopa de áçucar mascavo
1/8 c chá de gengibre em pó (só uma pitada, nem senti o gosto. Pode ser substituído por outras ervas como orégano)
1 1/2 c chá de sal
1 1/2 x de farinha para pães
1 1/2 x de farinha integral
5 g de fermento biológico instantâneo seco
2 c sopa de farinha ou fubá para polvilhar a forma

Para fazer na máquina:

Coloque todos os ingredientes, exceto a farinha/fubá usado para polvilhar a forma, na máquina na ordem recomendada pelo fabricante e selecione a opção de "sova".

No método convencional:

Dissolva o fermento, açúcar e gengibre na água morna.
Deixe descansar por cerca de 5 min, até que o fermento forme uma espuma.
Adicione o sal e a farinha para pão. Misture bem. Adicione a farinha integral e mexa até obter uma massa firme. Coloque-a sobre uma superfície enfarinhada e sove por 10 min ou até que a massa fique macia e elástica.
Unte uma tigela, coloque a massa aí dentro, vire-a para que seja envolvida pelo óleo. Cubra e deixe crescer até dobrar de volume, cerca de 1 h.

Modelagem
Unte e enfarinhe uma assadeira com a farinha/fubá. Reserve.
Dê um soco na massa para retirar o ar. Divida-a em duas porções e, sobre uma superfície ligeiramente enfarinhada, modele dois pães, abrindo primeiro como um retângulo e enrolando para formar duas baguetes (como podem ver, fiz duas bolas).
Coloque os pães com as dobras voltadas para baixo sobre a assadeira.
Deixe crescer novamente até dobrar de volume, cerca de 45 min. Faça corte ao longo da superfície dos pães com uma faca. Pincele com água e polvilhe com farinha integral.
Asse em forno preaquecido à 200C por 15-20min, ou até que os pães dourem e fiquem crocantes. Retire do forno e deixe esfriar completamente.

Nota da autora da receita: usar uma garrafa borrifadora com água para borrifar os pães e as paredes do forno uma ou duas vezes em intervalos de 5 min quando começar a assar.

 

19 comentários:

risonha disse...

e eu acho que vou ter que fazer também este pão.. que aspecto delicioso.

sonia disse...

nossa...tudo de bom esse pão! Juntou a fome com a vontade de comer. Só faço pão integral, mas adoro pão italiano. Agora chegou o casamento perfeito. Só o açucar que vou usar menos, pois tenho restrição de açucar. Mas acredito que vai dar certo também. Vou fazer e conto depois como ficou.
Obrigada por compartilhar essa maravilha.

Anônimo disse...

se a casa tem fermento e farinha, o resto é suor e imaginação:nasce um pão e quem ainda não fez, já pensou em fazer. eu sempree espio e me encanto, belo blog.bjs e felicidades, AXL

Valentina disse...

Vc sempre faz ótimos pães!!

Mari Rezende disse...

Que pão bonito, Karen! Eu sou louca pra fazer pães, mas os meus nunca dão certo, hehehe...
Beijinhos!

Akemi disse...

Adoro pão italiano, tem um leve sabor ácido que não consegui obter ainda. Vou testar sua receita em breve! Bjs

Karen disse...

Risonha, a aparência é mesmo muito boa!

Sonia, ele fica mais para um pão integral do que para um pão italiano, mas é bom.

Obrigada, AXL! É mesmo ótimo comer um pão caseiro.

Val, obrigada!

Akemi, infelizmente este pão também não fica com aquela acidez... Será que é o processo de fermentação?

Mari, é preciso insistir! :)

Ziza disse...

Acho tão gostoso fazer pão... Coisa roots e acolhedora.
Bjs

Luciana Macêdo disse...

Cada pão tem um segredo, não é mesmo, às vezes a mesma receita hora dá certo hora não. Parece que tudo influencia no preparo do danado.
Também gosto da casquinha crocante do pão italiano. Ficou lindão.
Bjs!

Vera disse...

Menina....como vc está prendada!!!!!
Adoro td que vc faz....sempre muito saudável!
Tô com saudades!!!!!!
bjos mil

Karen disse...

Ziza, também gosto de ver a massa crescer e retirar o pão pronto do forno...

Luciana, é verdade! rs

SAudades também, Vera! Sempre olho as coisas lindas que você faz!

Cristina disse...

Karen, essa farinha para pães pode ser qualquer uma, por ex. de trigo, milho?

O trque da garrafa borrifadora desconhecia, costumo é colocar uma tigela resistente ao calor cheia de água no forno, para evitar que o pão seque tanto.

Bjs

Cristina

Karen disse...

Cristina, é a farinha de trigo. Aqui só temos farinha especial para pães feita com trigo.
Eu também não conhecia esse truque da garrafa, também usei uma assadeira com água no forno, mas quero experimentar com garrafa.
Beijos!

Carmencita disse...

Que pão maravilhoso!!Vai para minha lista a fazer (rs) Bjss

Karen disse...

Carmencita, espero que goste!

inBluesY disse...

hoje lá lancei maos à massa ... só espero corra bem :)

inBluesY disse...

e, não é que correu :))))


Obrigada, tou super feliz

inBluesY disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Karen disse...

Que bom, Inbluesy! Fico tão contente em saber disso!