4.10.11

Jardim Japonês - O restaurante


Fomos para um restaurante em Palermo de táxi, mas demos de cara com a porta fechada, jurava que ele estaria aberto para o almoço, mas acho que me enganei, alguns restaurantes têm horários de funcionamento diferentes dependendo do dia da semana. É bom sempre ligar antes. Isso aconteceu duas vezes conosco.

Como o jardim japonês estava no programa e estávamos nas imediações, acabamos almoçando no restaurante que funciona lá dentro. Pena que não havia mesas nas janelas que dão para o jardim.

Pedimos missoshiru e um combinado que deveria ter peixe branco, mas a garota que nos atendeu disse que só havia salmão. Não gostei do missoshiru nem do tempero do arroz do sushi, ele era mais ácido do que estou acostumada. A quantidade de wasabi era ínfima e pedimos mais. Só par constar, deve ter sido o missoshiru extra mais caro que tomei na vida.



A sobremesa foi um tempurá de sorvete (helado frito) com uma apresentação bastante "exótica". Ele vinha sobre uma porção de massa frita estilo mandiopan. O. adorou, eu achei a porção de sorvete pequena, mas se há um sorvete ruim na Argentina, ainda não o encontrei.


(Vista da cidade de dentro do jardim)

Acho que mais do que fazer uma refeição, é melhor entrar no restaurante para comer uma sobremesa e beber chá ou uma taça de vinho. 

.

5 comentários:

Quéroul disse...

não fui no jardim japonês. :(
e também não tomei sorvete argentino (só o de doce de leite do McDô, que era bem bom).

ou seja.
tenho.que.voltar.
(não quero mais ler suas postagens porque eu só vou repetir isso, que quero, tenho que, preciso, oh meu deus, ir pra BsAs de novo...).

Karen disse...

Quéroul, em compensação, acho que não voltaremos tão cedo para BsAs. :(

O bom é que a cidade não fica tão longe, não é mesmo? Logo, logo, você bota os pés lá e mata todas as suas vontades!

Georgia disse...

Karen, bateu uma fome agora, rs.

Delicia de passeio.


Bjao

Karen disse...

Georgia, foi meio corrido, mas gostoso mesmo!

Andressa C. disse...

Lindo!