23.12.11

Batatas e kabu assados com mostarda dijon


Encontrei algumas receitas do primeiro volume de Tender do Nigel Slater e resolvi testar esta receita. Originalmente ela levava "rutabaga", um tipo de raiz que nunca vi por aqui, lembra uma beterraba por fora, mas é amarela por dentro, eu a substituí por kabu (parece um nabo só que é redondo, "turnip" em inglês). A combinação ficou gostosa. Ao menos eu achei, o O. notou que havia algo diferente, mas nem se deu conta de que havia outro vegetal ali além das batatas. Esses homens!

O Nigel pede para que os vegetais sejam cortados em fatias bem fininhas, quase transparentes, com o uso de um daqueles cortadores apropriados para isso, mas fatiei tudo com uma faca e o tempo de cozimento ainda foi menor do que o pedido na receita. Apesar de as fatias não ficarem tão fininhas, depois de uns 40 minutos de forno, testei com um garfo e estavam todas macias.

Não segui medidas exatas e usei azeite no lugar da manteiga e água no lugar do caldo. A mostarda não se misturou muito bem com o azeite, mas não sei se isso ocorreria se tivesse usado manteiga. De qualquer forma, tudo saiu muito bem no final. Se não gostar de kabu, ou tiver lá as suas hesitações, use só batatas, dá um belo acompanhamento.





Batatas e kabu assados com mostarda dijon


500g de batatas
500g de kabu
4 dentes de alhos picados
85g de manteiga (usei azeite em quantidade menor, acho que você pode usar menos manteiga/azeite, mas se gostar de recuperar a gordura e o caldinho que sobram no fundo do refratário com um pedaço de pão, fique à vontade!)
2 c chá bem cheias de mostarda tipo dijon
1 c chá de folhas de tomilho  (usei secas e em quantidade muito maior porque não medi)
55ml de caldo de legumes (usei água)


Descasque as batatas e corte em fatias bem finas. Faça o mesmo com o kabu (não costumo descascar este último). Deixe as fatias dos dois vegetais em um recipiente com água para que não escureçam caso demore um pouco para usá-los.

Preaqueça o forno à 190°C. Derreta a manteiga em uma frigideira, quando começar a ferver, adicione o alho e diminua a temperatura. Deixe que ele refogue um pouco sem dourar. Retire a frigideira do fogo e adicione a mostarda. Unte uma forma de cerca de 25 cm com um pouco dessa mistura e reserve o resto.

Escorra os vegetais fatiados e retire o excesso de água com papel toalha ou um pano de prato. Distribua 1/3 dos vegetais na forma, regue com um pouco da mistura de azeite e mostarda. Tempere com sal e pimenta. Polvilhe um pouco do tomilho. Repita esse processo mais duas vezes. Finalize regando com o caldo de legumes.

Cubra tudo com um pedaço de papel alumínio pressionando os legumes com a palma das mãos. Asse por cerca de 1h10, até que os vegetais estejam macios quando espetados com uma faca/garfo (no meu caso, eles já estavam bons depois de 40-45 minutos de forno). Retire o papel alumínio, aumente a temperatura para 220°C e asse mais 10 min para que a superfície doure.



7 comentários:

Quéroul disse...

ah, batatas assadas.

(e cadê as endívias recheadas, hein?).
=*

Karen disse...

Quéroul, ainda tenho que terminar o post, era só para visualizar a foto. Como você já sabe, costumo ter dessas falhas...

tatiane disse...

E eu fui no google imagens ver um kabu, apareceram fotos das mais esquisitas o.O
Mas deu para ver o vegetal.

Karen disse...

Tatiane, é verdade! Eu fiz a mesma coisa e notei que "kabu" dá umas coisas estranhas... "Turnip" é mais seguro! rs

Georgia disse...

Karen me pareceu deliciosa, mas nao sei o que é kabu, rs.

Bjao

Karen disse...

Georgia, "kabu" é um tipo de nabo. Aqui ele é branco e redondo.

Ameixinha disse...

Sou super fã de batatas, é um prato que é a minha cara :)