5.8.11

Carne de panela da Ilza


Outra receita mineira do Come-se. Prato caseiro e reconfortante.

Usei coxão duro no lugar da picanha (pois alguém ficaria indignado se colocasse um quilo de picanha dentro da panela de pressão). Fiquei com medo de que a carne queimasse então abri a panela depois de 50 minutos, mas ainda havia muito líquido lá dentro. Como a carne já estava macia e não gosto de carne de panela seca, eu a servi assim mesmo. Ficou bem gostosa. Da próxima vez penso em adicionar umas folhas de louro e uma pimenta dedo de moça picada.



Carne de panela da Ilza

1 picanha inteira, com cerca de 1,6 kg cortada em filés (usei coxão duro)
1 cebola grande ralada
5 a 6 dentes de alho socados
2 colheres (sopa) de óleo
1 colher (chá) de orégano seco
1 colher (sopa) rasa de sal
1 cebola grande cortada em rodelas

Misture a carne com os temperos e deixe pegar gosto por pelo menos 1 hora. Coloque a cebola em rodelas no fundo de uma panela de pressão e coloque por cima a carne em camadas. Feche a panela, sem adicionar nenhum líquido, e leve ao fogo. Assim que a válvula começar a chiar, abaixe o fogo e deixe cozinhar por cerca de 1 hora. Se tiver dúvida, levante um pouco a panela e balance devagar para sentir se ainda tem líquido. Está pronta quando estiver sequinha. Na dúvida, desligue um pouco antes de 1 hora, espere acabar a pressão, abra e deixe terminar de secar sem a tampa.


7 comentários:

Dahiane disse...

às vezes essas comidas mais triviais são as que mais nos trazem satisfação ao comer. Nada como uma boa carne de panela, salada, arroz e feijão. Mas tenho que concordar com o O. sobre colocar picanha na panela de pressão. Afinal, picanha é coisa rara na minha casa e portanto precisa ser mto bem apreciada! rsrsrs Bjos e bom fim de semana

Karen disse...

Dahiane, concordo. Adoro carne de panela, especialmente com músculo, fica muito saborosa. Acho até que repetiria a receita com esse corte, o tempero é ótimo.
Aqui também não vemos picanha com frequência, acho que seria um desperdício cozinhá-la.

Bom final de semana!

Quéroul disse...

ficou lindão. vontade de passar um pãozin nesse molho todo.

e olha que eu nem sou de carne, e muito menos de pão molhado(s)!

nham.

Karen disse...

Quéroul, o molho merecia mesmo um pãozinho...

ameixa seca disse...

Não sou grande adepta de vaca mas se a carne for bem temperada e estiver molinha, ela até é bem apreciada por mim ;)

cronicas gulosas disse...

eu adoro a este corte quando cozido, aprendi com minha mãe que frequentemente usava coxão duro ou peito para cozidos. e ela abria a panela 10 minutos antes do final, colocava 6 a 7 cebolas pequenas inteiras, que cozinhavam no resto do molho. este seu post me causou um flash-back...abs

Karen disse...

Ameixa, também não como tanta carne bovina, mas devo confessar que gosto de um bom bife... rs

Wair, as mulheres da sua família sabiam das coisas...