8.8.11

Tarte Tatin



Queria preparar a famosa Tarte Tatin já há um bom tempo, mas sempre deixava para um outro dia, hoje, por alguma razão inexplicável, procurei uma receita e resolvi prepará-la, assim, do nada. Trata-se de uma torta invertida, as frutas ficam por baixo, banhadas em caramelo, e a massa é colocada por cima, tudo é assado desse jeito mesmo e a "ordem" é reestabelecida na hora em que você desenforma a torta ainda quente sobre um prato. A versão mais tradicional é feita com maçãs, mas há muitas variações. Eu mesma coloquei algumas bananas que estavam de bobeira por aqui entre as maçãs.

Usei  esta receita clássica de massa podre ao invés da massa folhada e, seguindo as recomendações de vários comentários da receita, diminui a quantidade de açúcar e de manteiga da calda, algumas pessoas usaram 50 g tanto de manteiga quanto de açúcar, mas acho que 50g de manteiga e 80g de açúcar é uma boa proporção. Fiz o caramelo duas vezes, na primeira vez ele se transformou em uma mistura estranha, o açúcar "açucarou", achei melhor tentar outra vez, sem misturar com uma colher (é, ainda não aprendi a deixar o açúcar quieto) e aí quase queimei o caramelo, porque o açúcar não se mistura com a manteiga e vai derretendo lá embaixo da gordura. Depois li que não há problema em utilizar o caramelo açucarado porque dá tudo na mesma no final.

Como não tinha uma forma apropriada para derreter o caramelo e depois levar ao forno, fiz a caramelo separado e derrramei-o no fundo de um refratário, ele deu uma endurecida ainda separado da manteiga derretida, mas ignorei, juntei até uns pedaços do açúcar "açucarado" endurecido para diminuir as perdas.  Coloquei as maçãs sobre esse "caramelo" e cobri com a massa. (Algumas pessoas levam as maçãs e o caramelo ao forno para assar por cerca de 30min antes de colocar a massa, mas eu acho que é desnecessário. As frutas cozinham por baixo da massa e soltam bastante líquido, então, não acho que haja perigo de o caramelo não envolvê-las direito).

Outra nota, a torta deve ser desenformada ainda quente para que as frutas não fiquem grudadas no fundo, no meu caso, havia bastante calda. Se isso ocorrer, desenforme sobre um prato grande ou algo fundo para que a calda não voe para todos os lados.

Por fim (ufa!), achei que tive bastante sucesso nesta primeira experiência com a torta, só fiquei em dúvida sobre se ela não deveria ser mais "sequinha".




Tarte tatin


8 maçãs maduras médias descascadas, sem sementes e cortadas ao meio (ou em quartos como eu fiz)
1 rolo de massa folhada (usei uma receita de massa podre)
canela a gosto
50g de manteiga
80g de açúcar


Derreta a manteiga em uma forma antiaderente colocada diretamente sobre a chama do fogão e adicione todo o açúcar de uma só vez, diminua a temperatura e deixe o açúcar derreter e se transformar em um caramelo.

Distribua as maçãs sobre a forma com o caramelo e deixe cozinhar pressionando as maçãs de vez em quando, tome cuidado para que o caramelo não queime, ele deve ficar dourado.

Polvilhe as maçãs com a canela. Retire do fogo e cubra com a massa dobrando as laterais ao redor das maças.

Asse por cerca de 35-40 minutos. Sirva morno.

10 comentários:

Georgia disse...

Ai que fiquei com água na boca.

Vou esperar o inverno, pois acho que passa bem com o frio, rs.

Boa semana

Quéroul disse...

aaaaafe, ficou belíssima.
eu tentei fazer uma vez só e foi fail total. eu não sabia fazer caramelo direito (não que eu saiba agora; a última vez deu certo por sorte, acho), então ficou uma calda aguada e quase transparente... fiz a mesma sequência que vc, o 'caramelo' antes na panelinha, aí coloquei no refratário e botei as maçãs, a massa em cima e forno.

na viradinha foi dramático, porque lógico que escorreu calda pra todo lado. não ficou a coisa mais ruim (sic) do mundo, mas ficou longe de uma tarte tatin decente.

meus primos que mandam bem, nossa. comi duas vezes na casa deles e foi muito amor.

pretendo tentar de novo, nham. adoro.

Karen disse...

Georgia, acho que ela combina mais com inverno mesmo. :)

Quéroul, eu desencanei do caramelo no caso da Tatin, ele se "arruma" mesmo que fique duro no fundo da forma. rs

Preciso comer a "original" em algum lugar para saber se a minha ficou fiel.

Dadinha disse...

Eu se provasse a tua tarte diria sem qualquer duvida: Deliciosa!
Obrigada pela partilha.
Eu não consigo fazer o caramelo, já tentei mas todas as vezes teve resultados não comestiveis.
Há muito que não te visitava e lamento.Vou visitar-te mais vezes e com muito gosto.

Beijinho

Sérgio Gomes disse...

Faço tarte tatin de maça com alguma frequencia.
A tua ficou com óptimo aspecto, boa ideia a das bananas.

beijos.

Pepa disse...

Sou louca de vontade de fazer a famosa !!
Só que né, massa folhada e projeto diva não combinam, rsrrs
Mas agora com essa massa , tipo fiquei liberada, rssrrs

Vou anotar e com certeza fazer !!

Bjus 1000

poucinette disse...

géniale miammm

Karen disse...

Dadinha, mesmo que o caramelo fique duro, é possível fazer esta torta! :)

Sérgio, ainda acho que versão só com maçãs é mesmo a melhor.

Pepa, mas massa quebrada também não é lá tão light... rs

Poucinette, merci! J'ai eu beaucoup de travail pour la preparer, mais le résultat était très bon!

kalina morena disse...

karen,
que linda essa tarte tatil. gente eh comida de pessoa chique, nao eh?
pensei logo num sorvete de creme ou de baunilha pra queimar o calor dela, assim jogadinho em cima de uma bela fatia dessa tarte. e uma colherinha sutil de licor de cafe por cima. socooorro.
mas ficou muito linda, Karen. voce come mesmo ou tira a foto e joga pela janela de casa pra se livrar da tentacao? eu gostaria de saber porque o mundo inteiro cozinha e eu engordo.
beijo

Karen disse...

Kalina, com sorvete deve ficar mesmo muito boa, mas não tinha em casa! rs

Eu não faço muitos doces por aqui, sabe? Sobremesa só de vez em quando, o marido é quem come a maior parte...