15.8.11

Lula recheada com lula


Dia desses, encasquetei de fazer lulas recheadas, algo que nunca tinha conseguido fazer direito e que não me lembro de ter comido fora. Comprei os tubos das lulas congelados e limpos e usei uma receita do Foodnetwork. Lulas recheadas com lulas. Era para ter usado lulas inteiras, pois os tentáculos entram na composição do recheio e acabei precisando de um tubo extra para substituí-los. Usei quatro tubos grandes no lugar de 8-10 menores + 1 para o recheio e também adicionei mais camarão. (Essa parte branca que parece um "saquinho" da lula se chama tubo? Bem, se não se chamar, imagino que vocês saibam do que estou falando).

Virar os tubos "do avesso" foi algo que achei fantástico. Fiquei com medo de rasgar os ditos cujos no processo, mas depois do primeiro, os outros são bem simples. O recheio fica lá dentro e realmente não é "espremido" para fora enquanto cozinha. Resultado visual muito bom. 

Não usei o processador, piquei muito bem a lula e os camarões com a faca. As lulas realmente ficam macias preparadas desta forma. Muito boas. As únicas observações seriam em relação ao molho, faça um molho bem grosso, pois o líquido que a lula desprende durante o cozimento é considerável, e em relação às raspas de limão e ao gengibre, achei que seu sabor acabou escondendo o gosto dos frutos do mar no recheio. Talvez outras ervas fiquem mais interessantes.




Lula recheada com lula

1 c sopa de azeite
1/4 x cebola picada
1/2 c chá de sal
1 dente de alho picado
8-10 lulas inteiras (com cerca de 7-12cm de comprimento)
60g de camarões limpos
1/4 x de farelo de pão (não use aquela "farinha de rosca" industrializada, use pão amanhecido ralado ou passado no processador)
2 c sopa de tomate picado
2 c chá de raspas de casca de limão
2 c chá de gengibre picado
1 c chá de salsinha picada
1/4 c chá de pimenta do reino
2 x de molho de tomate de sua preferência


Preaqueça o forno à 180C.

Aqueça o azeite e refogue a cebola até que fique translúcida, não deixe dourar. Adicione o alho e refogue um pouco mais. Retire do fogo, coloque em uma tigela e deixe esfriar.

Limpe as lulas separando as cabeças dos tentáculos. Descarte a parte da cabeça que fica dentro dos tubos. Vire os tubos do "avesso", pois eles tendem a se curvar para dentro se forem mantidos como estão, desta forma o recheio não será comprimido para fora. Mantenha-os na geladeira enquanto prepara o recheio. Bata os tentáculos e os camarões no processador de alimentos até que fiquem bem picados, sem pedaços grandes visíveis, mas evitando que tudo se transforme em um pasta. Junte essa mistura à cebola refogada, adicione o farelo de pão, o tomate, as raspas de limão, o gengibre, a salsinha e tempere com sal e pimenta. Misture tudo muito bem.

Coloque o recheio em um ziplock, saco de confeitar ou saco plástico mais robusto e corte uma das pontas. Use o saco para rechear os tubos das lulas. Não coloque recheio demais. (Usei uma colher e os dedos para rechear).

Coloque os tubos em um refratário e derrame o molho de tomate sobre eles. Cubra o refratário com papel alumínio e asse por 30 minutos.

.

6 comentários:

kalina morena disse...

sim, aceito comer essas lulas com um vinho branco, obrigada.
beijo

sonia disse...

Lula no prato, sim. No governo, ao menos pra mim é super indigest....rsrs
Incrível como vc conseguiu fazer um prato, que além de ser delicioso (só os ingredientes já dizem tudo...) também tem um visú muito legal!
Parabéns, Karen, vc sempre surpreende pelo ecletismo nas suas receitas!

Karen disse...

Kalina, sirva-se e fique à vontade! rs

Sonia, também gostei do visual! Acho que escolho as receitas pelo lado "eclético" mesmo, de vez em quando as experiências não são tão boas... rs

Quéroul disse...

é tipo amor recheado com mais amor.
coisa linda. eu gosto demais de lula, de qualquer jeito. nhaaaam.

;)

cronicas gulosas disse...

Faço uma lula parecida, mas no lugar do molho de tomate rola um shitake&shimeji com shoyu e um pouco de mirim - experimente, também fica ótimo. Abs!

Karen disse...

Quéroul, "amor recheado com mais amor" é demais! rs

Wair, essa versão mais "oriental" deve ser ótima! Obrigada pela dica!