8.10.11

Pequenos prazeres bonaerenses

No final, são os pequenos prazeres que fazem a diferença:



Beber águas saborizadas naturais no Tea Connection.


Comer medialunas no café da manhã (um croissant banhado em uma caldinha de açúcar, esse exemplar estava mais dourado do que o habitual)


Tomar sorvetes em qualquer lugar e beber taças de Malbec.

Entrar em livrarias em Buenos Aires é um prazer e também uma tortura, porque há uma variedade enorme de títulos à venda, vi até uma tradução para o espanhol de 1Q84, mas os preços são parecidos com os do Brasil e, por pão-durismo, acabei não comprando nada, também não passei por nenhum sebo.

Enfim, andar sem rumo pelas ruas, ouvir e ver o que ocorre ao redor, entrar nas inúmeras pequenas mercearias de chineses para examinar os produtos (e ser cumprimentada em chinês!).


.

3 comentários:

Georgia disse...

Ai que delicia,Karen.

Nada como aproveitar esses momentos.

Abracos

Karen disse...

Georgia, é verdade!

Bruxa do 203 disse...

Só coisas boas!
Adoro passar horas nas livrarias, principalmente nos sebos para aproveitar e trazer livros importados baratinhos.